Tia natureba toma chazinho “do bão” e perde peso.

Você é uma pessoa gorda, roliça, e adiposa. Essa condição é um fardo pesado que lhe gera vários problemas em seu dia a dia. As toalhas do banheiro dificilmente conseguem abarcar todo o seu volume, e o edredon da cama está muito longe. Sua vida amorosa está às moscas, já que seu corpo não cabe nas expectativas do sexo oposto, mas, mesmo que despertasse algum interesse, você dificilmente conseguiria corresponder, pois não vê a sua própria genitália há vários anos. Bem, pelo menos você está sempre na moda, já que toda blusa que veste vira automaticamente um cropped.

Mesmo assim, você quer emagrecer, deixar essa condição rotunda para trás. Qual você acha que é a melhor atitude a ser tomada?

a) Parar de comer igual uma betoneira e começar a malhar.

b) Usar várias cintas e espartilhos.

c) Dar três pulinhos e pedir pra São Longuinho.

d) Tomar um ensopado de bruxa, feito com todas as plantas que sua avó tem no quintal.

Analisando aqui, a alternativa “a” funciona, mas leva tempo e demanda esforço, a “b” é ridícula, a “c” é completamente imbecil, e a “d” é “d” de “deu merda”, como aconteceu com uma distinta senhora.

A tia, com um desejo enorme de emagrecer, mesmo comendo pão de queijo, foi atrás de uma solução milagrosa, enquanto que um esperto saiu de casa no mesmo horário, e quando os dois se encontraram, deu negócio. A tia levou pra casa o poderosíssimo chá 50 ervas, completíssimo, abrangendo do Capim Santo ao Pau Barbado, e começou a consumir o chazinho na expectativa de mostrar o corpo sarado prazamiga.

O problema é que a tia começou a se sentir meio mal, doente, e resolveu adotar o procedimento padrão de quando a medicina alternativa dá merda : Foi pro hospital procurar a medicina de verdade.

Lá chegando, se consultou com a doutora Eliana Ducatti, que constatou que nossa amiga iria perder peso sim, mais ou menos 1,3 a 1,5 kg, ou seja, mais ou menos o peso do fígado de uma pessoa adulta.

Sim, a dona havia destruído o próprio fígado.

Acontece que várias daquelas ervinhas lindas e naturais presentes no chá eram também hepatotóxicas. Vários princípios ativos de remédios também são. Mas remédios possuem uma coisa chamada posologia, ou seja, quanto se pode tomar do remédio sem ferrar com o seu próprio corpo.

Chás e suplementos não têm esse tipo de salvaguarda, porque não são regulados pela ANVISA. Para se ter uma ideia do tamanho da várzea, quando a bostoFosfoetanolamina foi testada, e foi comprovado que ela curava câncer tanto quanto eu entendo de literatura romena, a primeira coisa que tentaram fazer foi desovar aquela porcaria nos trouxas sob a forma de suplemento alimentar.

Mas, do que a ANVISA entende, né?! São só um bando de tarados por vacina cujo único objetivo é enfiar a agulhona do mal nas nossas pobres criancinhas.

Se a tia tivesse continuado a tomar o chá, teria se livrado da obesidade, da hipertensão, da chatice dos parentes, das contas atrasadas, e nunca mais teria quaisquer problemas na vida. Estaria linda, leve e solta, conversando com o Professor Olavo sobre como a medicina moderna é enganação.

Mas, isso não aconteceu, no presente momento a nossa pobre tia natureba está na fila do transplante de fígado, e Darwin está contando as horas para fazer mais uma marca no bloquinho. acaba de colocar mais uma marca no bloquinho.

“Aiiinnn, mas é naturaaaal!!!” Cicuta, Mandioca brava, e Comigo-ninguém-pode também.

Fonte : Revista Veja São Paulo

“Lave os boy lixo do seu útero”, diz medicina alternativa.

Do Phishing do ditador nigeriano, ao marketing multinível, ao golpe da webnamorada, existem diversas maneiras de tirar dinheiro de gente trouxa. Mas nenhuma delas é tão difundida e socialmente aceita quanto a chamada medicina alternativa.

A história de hoje nos traz uma enganação que mistura medicina alternativa, bobajada new age, culpa cristã, e o bom e velho ódio à ciência prevalente no Brasil.

Tudo começou quando inventaram a homeopatia, uma ciência que descreve a água como tendo uma memória química, o que a faria guardar nessa memória os princípios de cada substância que tivesse sido misturada nela. Talvez você ache isso uma besteira que contraria todos os princípios de funcionamento da química, mas para uma explicação detalhada de como a homeopatia funciona, clique nesse link.

Dessa forma, um grupo chamado “Sagrado Feminino”, descobriu, de forma lógica, que o mesmo princípio de funcionamento da homeopatia poderia ser estendido às partes do seu corpo, por exemplo o útero, que guardaria uma “memória” de todos os homens com quem você se relacionou na vida.

E, como diz a galera da Polyshop, “mas não é só isso“, ocorre que seu útero não é tão simples quanto pensa, cabe seus “ex”, os “ex” da sua mãe, os “ex” da sua avó, da sua bisavó, cabe três vidas inteiras, cabe uma penteadeira, e provavelmente esteja abrigando até o Bin Laden.

Mas, seus problemas acabaram! Por um precinho módico, a medicina alternativa se propõe a acabar com todo e qualquer problema que você nem sabia que existia, até a medicina alternativa descobrir que existia.

Por um pequeno e módico preço, que pode ser dividido no cartão em suavíssimas prestações mensais, seu útero pode ser lavado, passado, engomado, e estará novinho em folha para ser ocupado por novos amores (ou você pode mandar uns boletos cobrando aluguel. Vai que…)

Tendo em vista que homeopatia, reiki, rezadeiras, e nebulização de Cloroquina já são modalidades em prática no SUS, e reconhecidas pelo CRM, é questão de tempo para que a lavagem de Útero seja implementada e defendida por políticos.

E você nem ouse criticar, afinal você não tem útero, não tem lugar de fala, e no final das contas vai ter que emitir uma declaração pública pedindo desculpas por ter nascido homem.

Quanto a este blog, a posição oficial é que o Penteadeira de Puta apoia totalmente a lavagem úterina como um direito das manas empoderadas. Inclusive sugiro um equipamento porreta para ser utilizado.

Fonte : Estragão da Gabriela Bailas.